(85) 98849-6977 / 33484177

 
Empresários pressionam Camilo para que a quarentena termine no domingo

Empresários da indústria da construção civil, do comércio varejista e do setor de serviços - restaurantes, bares, salões de beleza, casas de show e eventos - estão a pressionar o Governo do Estado para que não prorrogue o prazo de proibição de suas atividades.

Esse prazo terminará no próximo domingo, 29.

Esta coluna ouviu vários empresários, e até os acompanhou nas suas discussões pelas redes sociais.

Um deles, dono de uma grande construtora, disse:

"Os nossos funcionários (engenheiros, mestres de obras, pedreiros e serventes) estarão mais bem protegidos nos nossos canteiros de obras - usando o Equipamento de Proteção Individual (EPI) - do que nos bairros onde residem".

E assegurou, para o caso de a proibição terminar no prazo previsto, o próximo domingo, com a retomada dos trabalhos na segunda-feira, 30:

"Os idosos serão mantidos em casa, como recomendam as autoridades da Secretaria da Saúde".

O secretário de Desenvolvimento Econômico, Maia Júnior, envolveu-se na discussão e disse que o governador Camilo Santana está administrando a guerra contra essa pandemia com as armas de que o Estado dispõe.

"O governador está agindo com equilíbrio, sensatez, serenidade e firmeza, avaliando e corrigindo o que deve ser corrigido", explicou o secretário, que encerrou assim:

"Temos de estar unidos nesta guerra contra o inimigo, que é o coronavírus".

Uma fonte do governo, com gabinete no Palácio da Abolição, postou numa rede social a capa de um jornal de Londres, anunciando que o governo do Reino Unido impôs à sua população uma quarentena de três semanas, que começou a valer desde zero hora de ontem.

Isto pode indicar que a quarentena no Ceará prosseguirá por mais alguns dias, ainda.

TUDO ADIADO

Por causa do coronavírus, foram adiadas para o segundo semestre deste ano mais de 20 grandes cerimônias de casamento.

Agora, prestem atenção ao que isso significa: 

Cada cerimônia dessa - na classe média alta - dá emprego a pelo menos um oficiante, 15 músicos, um operador de gerador, um iluminador, 15 cerimonialistas, 30 garçons (dependendo do tamanho da festa), dois cozinheiros, 20 manobristas de automóveis, três operadores de som, um decorador, uma maquiadora, três fotógrafos ou cinegrafistas e 20 seguranças.

É muita gente.

FECHANDO

Mesmo com autorização para funcionar, indústrias de cerâmica - que usam alto forno - estão paralisando suas atividades.

Por quê?

"Fiscais do trabalho estão indo às indústrias em busca de irregularidades", respondeu um ceramista.

SENAI-CEARÁ

Esta coluna tem dito e o repete agora:

Omelhor do Cearáé o cearense.

Pois bem: seis impressoras 3D do Instituto Tecnologia do Senai-Ceará estão hoje a produzir, na velocidade do coronavírus, 30 mil EPIs (Equipamento de Proteção Individual) encomendados pela Secretaria de Saúde, que aprovou o protótipo.

Tudo com o apoio da Secretaria de Ciência e Tecnologia do Governo do Estado.

Esse EPI será utilizado por médicos e enfermeiros que tratam dos infectados.

Paulo André Holanda, diretor-geral do Senai-Ceará, faz questão de destacar que foi a rápida decisão do presidente da Fiec, Ricardo Cavalcante, que envolveu o seu setor de tecnologia na rápida execução do protótipo.

EMERGENCIAIS

Circulam nas redes sociais vídeos mostrando que prosseguem as obras de requalificação da Avenida Beira Mar.

O decreto do governador - que proibiu as atividades econômicas - diz que só obras emergenciais podem ser executadas.

Ora, a PMF poderia aproveitar a quarentena e o pouco trânsito na cidade para reasfaltar suas ruas e avenidas.

A população agradeceria..


Ouça Rádio Liberdade




Publicidades


Enquete
Nenhuma Enquete no Momento!

As mais pedidas
Nenhum Registro Encontrado No Momento!

 
 
  Liberdade Rádio TV   Live on Host